Home Sweet Home

Fiz uma casinha branca
Lá no pé da serra
Prá nós dois morar
Fica perto da barranca
Do Rio Paraná
A paisagem é uma beleza
Eu tenho certeza
Você vai gostar
Fiz uma capela
Bem do lado da janela
Prá nós dois rezar
Quando for dia de festa
Você veste o seu vestido de algodão
Quebro meu chapéu na testa
Para arrematar as coisas do leilão
Satisfeito eu vou levar
Você de braço dado
Atrás da procissão
Vou com meu terno riscado
Uma flor do lado e meu chapéu na mão
Vou com meu terno riscado
Uma flor do lado e meu chapéu na mão.
Autor: Elpídio dos Santos


2 comentários:

  1. tah eu adimito não tem como eu não me encantar com isso, lembro dos meus tempos de escola, onde passavamos a maior parte da aula de portugês na 4ª série, lendo esses tipos de poemoas em prosa e devo confeçar que por causa disso portugês era minha maéria predileta naquela época, e quando a gnt é criança ainda por cima, pronto a vida ganha cor ouvindo isso ;D

    ResponderExcluir